AVC (Acidente vascular cerebral)

Existem dois tipos de AVC (isquémico e hemorrágico)

 

O isquémico é provocado por isquemias, ou seja, a perda de oxigénio e nutrientes das células cerebrais. Este é mais comum dos casos, presente em cerca de 80% dos casos. Este ocorre devido a um vaso que irriga e o cérebro é bloqueado. As causas principais deste caso são: A trombose e a embolia.

Trombose: ocorre, quando uma artéria por qualquer razão, vai ficando cada vez mais estreita e acaba por se ocluir.

Embolia: acontece, quando algo que circula na corrente sanguínea, chega a uma artéria com menor calibri e a oclui, ou seja trata-se de coágulos de sangue que se formam nas artérias, fora do cérebro ou no coração.

 

O hemorrágico ocorre devido a ruptura de um vaso sanguíneo, causando sangramento dentro ou ao redor do cérebro, este é o menos comum presente em cerca de 20% dos casos, mas não o menos grave. Neste caso as duas causas mais importantes são: traumatismo craniano e a existência de alterações da artérias.

 

Os factores de risco do AVC são: idade (acima dos 50-60 anos), história de AVC na família mais próxima, hipertensão arterial, diabetes, hiperlipidémia (gorduras no sangue), tabagismo, alcoolismo, anticonceptivos orais (pílula), sexo masculino (embora que no sexo masculino, ocorrem maior risco de ter um AVC, mais mulheres morrem de AVCs, isto ocorre devido aos homens terem os AVCs mais cedo tendo assim, maiores hipóteses de recuperação.

 

O tratamento inicial do AVC é a tomografia, pois esta, vai permitir diferenciar o isquémico do hemorrágico.

O medicamento existente para o tratamento do AVC é alteplase (rt-Pa).

 

Trabalho de ciencias sobre o AVC.doc (969 kB)

 

 

 

Questionário

Quais são os indivíduos que têm maior probabilidade de ter um AVC.

Recém- nascidos (10)
83%

Crianças (0)
0%

Jovens (0)
0%

Adultos (1)
8%

Idosos (1)
8%

Total de votos: 12